Resenha/Resumo filme Gonzaga – de Pai para Filho (Parte II)

Conversas entre pai e filho

Veja
Veja

O filme intercala o passado de Gonzaga com conversas entre ele e seu filho, Gonzaguinha. Gonzaguinha, depois de muito tempo sem ver o pai, recebe um pedido dele para que o visite no nordeste. Depois de certa relutância, decide ir vê-lo. O encontra em um bar e ao irem para casa acabam tendo uma conversa frustrante. Gonzaguinha decide ir embora, mas o pai leva-o para perto da casa do coronel, onde há uma árvore com iniciais gravadas. As iniciais são de Gonzaga e Nazinha. Começa então a contar a seu filho sobre seu passado.

Durante essa narração de Gonzaga, pai e filho discutem algumas vezes, e depois de uma dessas discussões Luiz pede para o filho que saia de sua casa. No dia seguinte Gonzaguinha encontra o pai ao lado da árvore na casa do coronel; seu pai lhe pede perdão e os dois se abraçam, emocionados.

Depois disso fizeram um show em 1981 (primeira vez que subiram juntos em um palco). Gonzaga morreu em 1989 e um ano e nove meses depois seu filho morreu também, em um acidente na estrada.

No fim do filme há uma entrevista real gravada com os dois; nela, Gonzaguinha diz que mesmo não tendo sido um pai presente, este lhe foi um exemplo em questões musicais.

CONTINUA!

partes I e III

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *