Resenha Olhar Crônico (César Tralli)

Juliescreveu
Juliescreveu

Devo admitir que não conhecia muito sobre o trabalho de César Tralli; apesar de já o ter visto na televisão diversas vezes, seu nome não significava muito para mim. César é jornalista e começou a trabalhar na Globo em 1993. Durante cinco anos foi correspondente internacional em Londres, e atualmente é repórter e âncora do SPTV.

Através de Olhar Crônico, livro publicado em 2001, o jornalista conta sobre as aventuras que viveu nos cinco anos em que foi correspondente na Europa. Os cenários variam desde um deserto na Jordânia até um trem luxuoso com viagem entre a Itália e Inglaterra. Suas crônicas são recheadas de curiosidades sobre o continente Europeu; César consegue nos aproximar dos povos e da cultura dos países que visita, e nos diverte e impressiona com relatos que jamais suporíamos reais.

Esse livro, além de ter superado minhas expectativas, reacendeu em mim aquela enorme vontade de visitar o maior número possível de países ao longo da vida. O engraçado é que, além de despertar essa vontade de viajar, ele me trouxe um sentimento de nostalgia, como se eu já tivesse ido para cada país em que as histórias se passaram. Creio que isso acontece por causa da intensidade com que o jornalista narra suas aventuras; intensidade essa que me envolveu de maneira inesperada. Há muito não lia mais de 100 páginas em uma única noite (principalmente por falta de tempo), e eu só fui reparar que já tinha lido tudo isso depois que tive que fechar o livro para jantar.

Olhar Crônico é emocionante e divertido, de uma maneira leve e balanceada. Cada crônica acrescenta uma bagagem cultural e histórica no intelecto de quem a lê. É o tipo de livro que recomendaria a qualquer pessoa querida. Impossível não se envolver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *