Resenha filme Será que?

Após flagrar sua namorada aos beijos com o professor da faculdade e recusar qualquer tipo de explicação, Wallace abandona o curso de medicina e torna-se um completo cínico em relação ao amor, acreditando ser esse um sentimento que traz a tona o pior das pessoas. Remoendo o fim de seu relacionamento, permanece isolado em casa por mais de um ano, até que se vê conformado com o ocorrido e pronto para seguir em frente, entretanto, com uma nova perspectiva a respeito de relacionamentos.

Em uma festa de Allan, seu melhor amigo, Wallace conhece Chantry, e apesar da resistência imposta por si mesmo, inevitavelmente se encanta por ela. Ao levá-la para casa e convidá-la para, quem sabe, sair novamente, descobre que a linda garota possui e, o que é ainda pior, mora com seu namorado, e assim perde todas as esperanças de que algo aconteça entre os dois. Para surpresa e agrado de ambos, em pouco tempo se encontram novamente em um cinema, e decidem que serão apenas amigos. Afinal, o que impede a amizade entre duas pessoas de sexo oposto, não havendo qualquer tipo de segunda intenção por ambas as partes?

Acontece que o sentimento de Wallace por Chantry continua a crescer conforme o fortalecimento da amizade entre ambos. Então, ele se vê diante do maior dilema de sua vida: tomar alguma iniciativa e acabar sendo um babaca por estragar o relacionamento de sua melhor amiga; contar a ela sobre o que sente e perder sua amizade para sempre, ou conviver com o sentimento reprimido dentro de si, e então passar o resto de sua vida sem saber o que teria acontecido se tivesse se declarado, lamentando ter perdido sua única oportunidade de viver um amor verdadeiro.

cinem(ação)
cinem(ação)

Chantry, apesar da crescente intimidade com Wallace, permanecia fiel a Ben, seu namorado, e ao concreto compromisso dos dois, o que a levava a considerar um equivoco ter tanta proximidade com outro homem, mesmo que, no fundo, fosse essa a sua vontade. Em determinados momentos, era distante e agia de forma diferente; em outros, se aproximava com certo desejo reprimido. Até que seu namorado precisa se mudar temporariamente para outro país, a trabalho. A viagem acaba se estendendo, e a comunicação entre ambos fica cada vez mais limitada, o que faz com que ela se sinta sozinha e abalada. Inevitavelmente, começa a passar cada vez mais tempo com seu amigo, com quem se identifica por possuir uma personalidade reservada, doce e ao mesmo tempo sarcástica, muito parecida com a dela, e com quem pode agir naturalmente e ser compreendida.

Entretanto, Chantry permanece incapaz de enxergar que seu sentimento por Wallace vai além da amizade e que talvez tenha encontrado o verdadeiro amor de sua vida, acomodada como estava em seu relacionamento que, aparentemente, tinha tudo para dar certo. Tudo muda quando decide fazer uma visita surpresa a Ben e descobre uma possível falta de fidelidade; porém, o que realmente abre seus olhos é a declaração de seu melhor amigo, e a descoberta de que ele é realmente o único capaz de lhe proporcionar a verdadeira intensidade de um relacionamento.

Será que? é engraçado e romântico, e representa de forma relevante a fase específica da vida dos protagonistas, que se deparam diante de grandes decisões pessoais e profissionais, e ainda buscam aproveitar e se divertir ao lado daqueles que amam. Entretanto, não ousa muito além dos limites do gênero comédia romântica, e apesar de agradável, não é o tipo de produção inesquecível. Mas vale a pena conferir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *