Resenha Borderline (Alice Lucas)

Laura é uma adolescente que, diferentemente das garotas de sua classe, precisa lidar com problemas muito mais graves do que intrigas e dramas escolares. Sua mãe possui uma doença psicológica e vive em um estado de completa instabilidade emocional, ainda mais lidando com as frequentes traições do marido, pai de Laura, que negligencia tudo a respeito de sua vida familiar, inclusive a própria filha. Laura faz uso abusivo dos remédios que encontra no quarto de sua mãe. Além disso, a garota ainda enfrenta problemas relacionados a automutilação, distúrbio alimentar, bullying, depressão, e traumas que busca enterrar a todo custo mas que hora ou outra conseguem escapar para a assombrar.

Amazon
Amazon

Acreditando não possuir motivos para permanecer nesse mundo, Laura decide que o melhor a fazer é tirar sua própria vida, mas conhece Chris e tudo subitamente muda. Esse rapaz misterioso, alguns anos mais velho e extremamente atraente parece ser a salvação da garota. Contudo, a história mostra que ambos estão muito longe de possuir um relacionamento ideal. Tóxicos e completamente autodestrutivos, Laura e Chris se afundam em cigarros e bebidas, o que os leva a maconha e, mais tarde, heroína. Em uma narrativa instigante, tudo gira em torno dos problemas do casal e o que eles farão para finalmente encontrar a felicidade.

Poucas coisas me incomodaram no livro Borderline, uma delas sendo o romantismo às vezes muito exagerado. No geral, a história me surpreendeu de uma maneira inesperadamente boa. Primeiramente, o livro possui pouquíssimos erros de digitação e edição, e a escrita da autora é clara, bem desenvolvida e cativante. O enredo me prendeu e acabei devorando o livro em poucos dias. Além de tudo, esse foi um livro que me causou sensações e emoções; quando não o estava lendo, estava pensando a respeito das personagens e dos possíveis problemas que ainda enfrentariam, ou então me sentindo tóxica e perturbada com tudo que estava sendo abordado pela autora. Tudo isso é sensacional, afinal, são poucas as histórias capazes de fazer isso com um leitor.

Outro detalhe a respeito do livro é sua ligação com o rock, uma vez que tudo se passa nos anos 90 e esse é o estilo musical favorito dos protagonistas. Ao início de cada capítulo, há um trecho em inglês de uma música de bandas como Alice in Chains, Nirvana, Pearl Jam, The Doors, entre muitas outras. Essas músicas possuem quase como que uma pista a respeito do que está por vir no capítulo, o que eu achei uma ideia muito interessante por parte da escritora. Em relação as personagens, uma das coisas que mais me intrigou foi Chris; a maneira como ele apareceu na vida de Laura me fazia sentir constantemente que ele era alguém em quem não se podia confiar, e eu estava sempre a espera de que, a qualquer momento, ele faria algo terrível.

Borderline é um livro que li em parceria com a escritora Alice Lucas. Abaixo deixarei os contatos dela, além do link para a compra do e-book na Amazon. No geral, essa é uma história pesada, mas que indico muito devido a maneira como é desenvolvida e a forma como consegue abordar problemas presentes na vida de tantas pessoas, o que pode fazer com que tenhamos mais empatia pelo próximo.

Contatos da autora:

E-mail: alice_lucas@outlook.com

Página no Facebook

E-book na Amazon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *